• Estudos para Carne
  • Fotografia | 2015

 

Este ensaio foi inspirado no conceito de "Carne" (chair) do filosofo fenomenologista francês M.Merleau-Ponty. Ponty dedicou-se a entender os enigmas próprios a existência humana através de uma filosofia fundamentada na percepção corpórea e no enraizamento do homem no mundo, que fosse capaz de explorar o subjetivo para integra-lo a uma noção ampliada de razão e realidade. Na busca por uma nova ontologia capaz de amarrar num tecido único experiência, criação, origem e ser, Ponty chega na teoria fundante de "Carne" : “A carne não é matéria, não é espirito (...) mas meio caminho entre o individuo espaço-temporal e a consciência, pertence aos órgãos perceptivos e ao mundo, quiasma do visível com o invisível”, e no papel da criação artística como contato e expressão desse Ser-no-mundo.

Minha intenção foi compor um trabalho que pudesse sugestionar esse entrecruzamento sensível homem/mundo. Cruzar fotografias de meu universo afetivo com paisagens e elementos naturais, a fim de tensionar possíveis encadeamentos narrativos na sequenciação e simbolismo das imagens. Assim como nas lacunas, alusões e silêncios que se formam entre elas e se reformulam , criando, alargando e desfazendo sentido.

 

.

 

Imagens de Instalacoes do Projeto Carne realizadas na exposicoes Coletivas:

2015 - Territorios Imanentes / Galeria Fauna / Sao Paulo - SP

2015 - Estudo para Carne do Mundo / Tofiq House / Sao Paulo - SP